Para fora e para dentro

Falando para fora do universo leonino: é irritante a maneira como todos os jornais crucificaram ontem o Stojkovic (usando "erro" e "infantilidade" aos pontapés) nas capas - lá dentro nem tanto. Entretanto, parece que os fazedores de opinião já vão lendo o regulamento e percebem que aquilo não foi um passe para o guarda redes, foi um corte. O Tonel (que deixa a bola passar)não é chamado para a "avaliação da intenção" do Polga, que tirou a bola ao Postiga. Foi, outra vez, transformado um roubo em "frango".
O Besugo explica.

Falando para dentro do universo leonino: o homem havia de ter chutado a bola em vez de a agarrar, outra vez, por causa das coisas. Houve ingenuidade para além do roubo.
Mas acima de tudo, e foi este o meu sentimento depois do jogo, o Sporting não marcou. É preciso marcar golos para fazer resultados.