Serão de penaltys

Tiago



Visto num café ao sabor da cerveja, a 1ªjornada (com o Sporting) da 1ª edição da Taça da Liga Carlsberg trouxe um serão de penaltys - para os 3 grandes em geral e contra o Estrela (com o Nelson no banco) em particular.. O árbitro parece que já pediu desculpas e o Estrela deve fazer muito proveito disso.. Já o Fátima (do Saleiro) afastou o Porto: na “guerra religiosa” dos penaltys de nada valeu o Espírito Santo do Nuno.
Não haver prolongamento revelou-se uma regra bem medida, já que, ao mesmo tempo, dá mais emoção e despacha mais depressa as coisas.

Em relação a Guimarães, o destaque, depois do 0-0 dos 90 minutos, só pode ir para o Tiago. Marcou e defendeu. Ah! e o Polga, de penalty, marcou pela 1ªvez de verde-e-branco.



Sábado às 19.15 regressa a Super Bock, perdão, a SuperLiga: há mais bola, vamos visitar os glorificados. Espera-se uma Liedsonzada, sem terceiras equipas a desiquilibrar, e um Sporting em grande.

Abrir aspas para o Miguel Veloso, depois da recepção ao Setúbal

"(...)
as coisas não nos correram bem. Por culpa nossa, temos de admiti-lo
(...)
no final da época anterior estávamos a mais pontos e conseguimos dar a volta
(...)
Este grupo está bastante unido e lutamos todos por um só, que é o Sporting
(...)"

Assim foi

Na 1ªparte tivémos mais remates e domínio de jogo, mas nada de golos.
Na 2ª parte, fora uns minutos depois do golo do Manchester, acho que nunca perdemos a acção, que não nos descontrolámos.. mas, tão pouco marcámos.

Houve "garra" e "tranquilidade". Isso houve, mas faltou a dita "fome de ganhar" que implica rematar mais e melhor, sobretudo melhor. Houve duas boas defesas do holandês. Foi pouco.
Também não acho errado dizer que nos faltou sorte.

Na nossa equipa, faria apenas um destaque: Miguel Veloso.

E depois, o momento mais "estranho" que me lembro de presenciar num jogo, ié: o estádio todo (eu incluído) aplaudiu o marcador do golo do adversário, o único do jogo: aplaudiu o Cristiano Ronaldo, confesso sportiguista, logo depois de ele ter marcado.. e pedido desculpa. Estás desculpado. Foi bonito mas não retirou o amargo final.
Parafraseando Paulo Bento: “Merecíamos pelo menos o empate.”


Cristiano Ronaldo


Não há derrotas moralizadoras. Importa reagir. Melhorar. Com dois jogos por semana, o momento só pode ser para olhar para a frente: vem aí o Setúbal.

Lá estaremos



Hoje em Alvalade, contra o MU, com os editores aqui do blog "in loco", a expectativa é a normal: ganhar. Haja garra, tranquilidade e, digamos, fome de ganhar.

Força Sporting!



V - D - V - V

Entrada de leão e jogo resolvido à meia-hora de jogo, na reboleira. Um 2-0 final que encaixa na perfeição para os jogos que se seguem.

Destaque para o incontornável Liedson (o que não poderia ele fazer pela selecção portuguesa..!?), para o aparecimento de Purovic, com uma assistência, e para a confirmação de Vukcevic, com um golo e muito técnica para adoçar o nosso futebol.

Sobre o árbitro e toda as questões levantadas: não há pachorra. Mas ser roubado e ficar calado é, de facto, muito difícil.
A solução, em primeira análise não pode ser outra senão jogar melhor que o adversário e os árbitros juntos. E, já agora, falar melhor que as coomissões de arbitragem..

8 - 3 - 2 - 2 - 1

São os títulos que têm cada um dos 5 clubes que foram campeões em FUTSAL - 8, 3, 2, 2, 1. Sendo que o Sporting é o clube com 8 títulos. Uma hegemonia que hoje volta a jogo.

Na 1ªjornada, neste momento, estamos a perder com os Sassoeiros por 2-1. O jogo ainda não acabou. O campeonato, esse, o de 2007/2008, está a começar.

Spooooorting!

V - V - V - V - E

O empate da selecção em Alvalade - visto perto da baliza onde a Sérvia não fez nada na 1ª parte, e onde Portugal não fez nada na 2ª - foi um jogo que teve o seu quê de "bem feito". Puseram-se, Portugal, a jeito. Depois de marcar cedo (10min) e de estar a ganhar ao intervalo, não criar perigo na 2ª parte... não marcar o 2º golo... Um monte de jogadores capazes. Parados, põe-se a jeito. Deco, parado. Cristiano, parado. Do Nuno Amélia não esperava nada. Também não esperava nada do Bosingwa e ele jogou bem. O Simão meteu o livre, bem metido, mas mais que isso, nada. O Quaresma esteve pouco. Os outros, lá de trás, remataram pouco e mal. Puseram-se, Portugal, a jeito. E quando o jogo estava em estado desânimado: toma lá um golo, aos 87min, em fora-de-jogo. Triste.
Valeu a agitação no final do jogo, para animar..

Depois das belas vitórias com a Espanha, Holanda, Rússia e Bélgica, o novo José Alvalade fez de palco a isto. 1-1. Parece que a Polónia e a Finlândia também empataram. Valham-nos outros empatas.

Hoje no Portugal-Sérvia vai ser muito estranho estar contra o Stojkovic, ainda para mais em Alvalade.

- Stojko, desculpa lá. Espero que faças umas boas defesas, mas que a gente marque uns 4 ...